13 dezembro, 2006

Fernando Namora


Nasceu em Condeixa em 1919 e ali começou a exercer Medicina. Os laços humanos que o ligam à sua terra natal perdurarão para sempre nos seus livros.

Na pequena Casa-Museu Fernando Namora, caiada de branco, bem no centro da vila de Condeixa-a-Nova, encontra-se um núcleo de pintura constituído por quadros do próprio Namora e obras oferecidas pelos seus amigos — além de um conjunto de objectos pessoais do escritor e de uma colecção de manuscritos, apontamentos originais, provas tipográficas, livros publicados e anotados para futuras edições. Numa das salas é reconstituído o escritório do romancista: (…) «uma mesa cinco estantes/livros por centenas ou milhares/ (…) uma máquina de escrever Olivetti/ com a tinta acumulada nas letras mais redondas/ cachimbos barros estanhos medalhas fotos/ bonecos marafonas lembranças (…)».

Durante o período em que foi médico em Condeixa, Namora deixava muitas vezes a vila para ir acudir a doentes na serra. Partindo em direcção a Tomar, a paisagem muda significativamente, surgindo as vertentes escarpadas da serra de Janeanes. Num dia límpido, ao atingir o seu cume, a vista é imensa. A serra da Lousã ao fundo, os campos divididos por rudimentares muros de pedra, as oliveiras bravas, as povoações de Fonte Coberta e do Zambujal. Descendo ao vale, encontra-se uma zona de grandes grutas e rios subterrâneos. As buracas do Casmilo merecem uma visita, pelo fenómeno espeleológico que apresentam, denominado «incasão» (abatimento da parte central do monte, permanecendo apenas visíveis as laterais extremas).

3 comentários:

Anónimo disse...

E eu que hoje poderia ser sobrinho-neto do Fernando Namora. Pois é, encantou-se de amores com uma tia minha. Mas acabou por não haver casamento, coisas de famílias...
Só tenho pena que ela tenha destruído (há muito pouco tempo) uma série de cartas de amor que recebeu do escritor..

dejalo que va lejos disse...

Há uns dias atrás, tivemos uma convidada ao almoço em nossa casa... seu nome tia Olinda, casada com o meu tio avô Fernando Ferreira, irmão da minha avó materna Assunção. Tia Olinda é prima em primeiro grau de Fernando Namora... interessante, não é!!!

Lua disse...

Olá
Encontrei esse blog por acaso...Sou aí vizinha de avós e pai...sou do lugar mais bonito de Portugal, POÇO das CASAS ! Queria lhe convidar para visitar o meu blog www.condeixa-cultural.blogspot.com. Passe por lá e dê sua opinião. Parabéns por ajudar a divulgar os lugares mais "escondidos" da nossa Terra. Beijinhos
Lua Reis