13 janeiro, 2008

Dia de descanso



Ao abrir a janela do meu quarto pensei: estranho deitei-me debaixo de um céu limpo e iluminado pelas estrelas e hoje o dia está cinzento, um vento energético que curvava o bosque dos loureiros... Saí de casa e fiz um breve passeio solitário... sentir, escutar e apreciar as maravilhas da natureza. Como a da foto tão simples, com a chuva que tem caído nos últimos dias, fez emergir estes três inquilinos numa pinha. 

Já é tarde, vou regressar porque amanhã é dia de trabalho...

2 comentários:

Eu sou... disse...

Este nossa mãe Natureza é mesmo um prodígio, olhem-me só três cogumelos a saírem do que resta de uma pinha.

Bela foto e belo momento ;-)

dejalo que va lejos disse...

Sem dúvida (".) a Natureza é surpreendente, onde tudo é simples, demasiado simples...