04 maio, 2008

Flores do campo




No dia 1 de Maio,
o dia internaional do trabalhador,
a quinta-feira da Ascensão,
o dia da espiga...

Cheguei à Fonte Coberta e como a casa estava silenciosa, saí porta fora e fui ao encontro das meninas... Andavam elas entretidas no meio do campo apanhar a espiga e outras flores campestres e eis o resultado, os ramos da Sara, Maria João e Inês.




Cada elemento simboliza um desejo:
- A espiga, que haja pão, isto é, que nunca falte comida, que haja abundância em cada lar.
- O ramo de folhas de oliveira, que haja paz.
- Flores, que haja alegria, simbolizada pela cor das flores - o malmequer ainda «traz» ouro e prata, a papoila «traz» amor e vida e o alecrim «traz» saúde e força.


5 comentários:

Viajante disse...

Desconhecia esse simbolismo dos diversos elementos que compõem os ramos.

Simplesmente, LINDO!

Bjs e boa semana.

dejalo que va lejos disse...

É interessante de facto...
Existe uma tradição antiga na nossa família e que a minha querida mãe ainda mantêm, neste mesmo dia deixa um pão e guarda-o num sítio seco... este acto tem o mesmo simbolismo que a espiga. Haja pão o ano inteiro.

Beijinhos e boa semana pra ti (".)

mcg disse...

Lindos ramos!
Há tanto tempo que não faço o meu...

Lusitana disse...

As meninas de lisboa foram de fim de semana e acabaram por prolongar a estadia por mais uns dias,claro está ,que a mamã teve que voltar a lisboa e deixar os bons ares deste pequeno paraíso. A casa de lisboa parecia outra sem o pessoal pequeno! O raminho apanhado pelas meninas está bonito, a Adelaide diz que pode ser sinal de bons ventos!está atrás de porta de casa.

dejalo que va lejos disse...

Olé manita (".)

Vamos fazer todos por isso e que esses bons ventos venham em nossa direcção e que continuem a alegrar as nossas casas... amor, paz e muita saúde.

Beijos grandes a todos